domingo, 22 de março de 2009

Saudade...



Let me think...

Hoje, o dia após a comemoração do Dia Mundial da Poesia, o que para muitos incluindo eu, é um dia merecidamente comemorado. Pensei e como é lógico, tinha de fazer um post a falar do dia, para isso, teria de escrever um poema a falar da poesia e do que ela representa para mim e para muitos. Mas isso já eu fiz logo no 1º post "Poesia, palavras...", no entanto não deixaria que este dia me passa-se ao lado sem fazer algo. Lembrei-me daquele sentimento célebre português, a Saudade!

Saudade,
Ai terrível, sentimento cruel
Quem te faz assim tão desesperante,
O que resta é aquele ponto contrastante,
Com aquele negro que não deixa chegar perto
Fica inerente na memória;
Aquele sonho vivo, o olhar longe
Despertando o momento terrível do adeus
E os momentos do bem-estar de nós
Lágrima solta com aperto no coração
Resta continuar, alimentando o dia
Aquele dia do olhar frente a frente,
Em que o tocar é real;
Tem de ser assim?
Certamente que não,
Mas nada nos pode impedir
de praticar tal acto do adeus...

...thought writing.
Pensem nisso.

2 comentários:

Ana Frade disse...

Ui.. Um sentimento tão complicado que nos ataca de tal maneira que nos prende !

Está um espetáculo o poema ! :D
Cada vez estas melhor ! :D

Um beijinho Eduardo ! *

Joel Rocha disse...

Ai a saudade... :'
sem palavras Ed. mais um bom post!
Abraço