domingo, 2 de agosto de 2009

( clique aqui )

6 comentários:

Inês Brito disse...

Belo, mas extremamnete utópico.

Bj,
(i)

A minha natureza. disse...

*.*

Ed ro7 disse...

Senhora Inês Brito, isto não tem nada de utopia...

Acredita...

Inês Brito disse...

Fingimento poético não te será algo de todo estranho. É utópico sim.E a explicação mais que simples.

Eu li, adorei as construções frásicas, o emprego das figuras de estilo é fantástico, no entanto, a experiência de vida muito pouco o permite para ser verdadeiro e sentido. Alguém com mais um par de anos em cima concordaria comigo. Não estou a questionar as beleza estética do texto, estou apenas a constatar a utopia em torno da qual foi criado. Dou os parabéns à autora, está realmente formidável, no entanto é fantasioso. Alguém com os pés bem assentes no chão e cuja vida já deu complexas lições entende isso. :)

Espero que compreendas a posição apresentada e não o tomes como ofensa ;)

Bj,
(i)

Zi disse...

adoreeeei ;)

Zi disse...

faça favor. regula, mixtape kara davis, faixa 10.