terça-feira, 19 de maio de 2009

" Ega ergueu-se, atirou um gesto desolado:
- Falhámos a vida, menino!
- Creio que sim... Mas todo o mundo mais ou menos a falha. Isto é, falha-se sempre na realidade aquela vida que se planeou com a imaginação. Diz-se: « vou ser assim, porque a beleza está em ser assim ». E nunca se é assim, é-se invariavelmente « assado », como dizia o pobre marquês. Às vezes melhor, mas sempre diferente."

"- E que somos nós? - exclamou Ega. - Que temos nós sido desde o colégio, desde o exame de latim? Românticos: isto é, indivíduos inferiores que se governam na vida pelo sentimento e não pela razão...
Mas Carlos queria realmente saber se, no fundo, eram mais felizes esses que se dirigiam só pela razão, não se desviando nunca dela, torturando-se para se manter na sua linha inflexível, secos, hirtos, lógicos, sem emoções até ao fim...
- Creio que não - disse o Ega. - Por fora, á vista, são desconsoladores. E por dentro, para eles mesmos, são talvez desconsolados. O que prova que neste lindo mundo ou tem de se ser insensato ou sem-sabor...
- Resumo: não vale a pena viver..."

" Não valia a pena dar um passo para alcançar coisa alguma na Terra - porque tudo se resolve, como já ensinara o sábio do Eclesiastes, em desilusão e poeira."

in Os Maias

7 comentários:

Ana Frade disse...

Uaiii os maias :P

Mas gostei dessa ultima frase ;)

Beijinho Ed *

AnaLuísa disse...

eu nao gostei :x

baby piggy disse...

Os Maias são um bom livro.
E eu vou ter que os ler outra vez, vai fazer-me bem.
(acho que me considero bastante romântica, daí ser aquela frase a que me toca mais) *

tó milho disse...

"- E que somos nós? - exclamou Ega. - Que temos nós sido desde o colégio, desde o exame de latim? Românticos: isto é, indivíduos inferiores que se governam na vida pelo sentimento e não pela razão..."
Tudo boas passagens...
bela composição
abcs

Inês disse...

Ainda não chegou a minha vez de ler os Maias x)
mas pelo que vi aqui, parece ser interessante.

ah e ainda não tive tempo de ver se a minha mãe tem o livro que me recomendaste :p

Let me be me. disse...

No próximo ano é a minha vez.
Vamos lá ver :O

Mar disse...

" Não valia a pena dar um passo para alcançar coisa alguma na Terra - porque tudo se resolve, como já ensinara o sábio do Eclesiastes, em desilusão e poeira."
Ás vezes penso tanto assim.
Gostei imenso :)