domingo, 15 de março de 2009

Uma casa uma vida...


Let me think...


Primeiro, ai de quem se queixe que eu não sou assíduo, digam lá que não só bonzinho para vocês. Afinal em 4 dias já postei 6 post, nada mau e mosdéstia á parte são de boa qualidade :).

Uma casa uma vida...
Pelo nome já dá para despertar curiosidade, deixa um ligeiro sabor a reflexão. O filme mostra que todos devemos saber: que a certa altura das nossas vidas não somos inteiramente livres para optar porque existem outras vidas dependentes da nossa.
Bem, já vi este filme 3 vezes e outras tantas ou mais virei. Eu adoro este filme, George um arquitecto, em que a sua vida tinha sido um falhanço, foi um marido falhado (divorciado da mulher que ainda ama) e foi um pai falhado de um filho problemático, vive num barracão á beira mar sem condições dignas.

George, começa a ver a sua vida a acabar, descobre que tem cancro, é despedido, já não conhece o seu filho... sente-se infeliz, afinal só tem cerca de 3 meses de vida. Mas antes de tudo isso têm um sonho, a construção de uma casa sua e ganhar a estima do filho que quase não o conhece. 

Começa por obrigar o seu filho a passar o verão com ele numa tentativa árdua de reconciliação. Para espanto de todos e principalmente para os vizinhos (que com os quais não tinha uma relação muito boa), começa a construir o seu sonho à medida que o tempo passa, o interesse pela sua obra por parte dos outros vai crescendo cada vez mais até ter uma equipa inteira de construção à volta da sua casa! O tempo vai passando, a reconciliação com a sua ex-mulher está iminente, o seu filho começa a amá-lo e a casa dos seus sonhos, apesar do boicote por parte dos seus vizinhos e das autoridades, começa a ganhar vida.

A construção da casa perfeita transforma-se numa metáfora para a reparação de uma vida destruída.
O filme é sério, simplista, comovente, realista, cheio de conflitos, triste, engraçado,cheio de humor e principalmente actual, pois muitas pessoas tem exactamente esse mesmo problema: lar desfeito, filho revoltado, doença terminal. Ele retrata a construção da casa, mas não da casa em si, mas da construção de um vida em busca de um novo sentido. 

Aconselho toda a gente ver este filme, O sonho comanda a vida!

...thought writing.

Pensem nisso...

3 comentários:

(: disse...

O SONHO comanda a vida ! :'D
A CASA um dia vai ser construída e sonho se tornará realidade! (;

Joel Rocha disse...

Fiquei com a ideia que Poderá querer tambem transmitir que só quando nos sentimos vazios é que damos valor ao que realmente amamos e que perdemos por erros próprios de nossa Autoria!
Mais um bom post Ed. *
Abraço

Ana Frade disse...

Bom post Eduardo ! :D
Fiquei com vontade de ver o filme ;)

Beijinho *.*